Saiba como escolher a sapatilha de ballet infantil ideal

sapatilha de ballet infantil
6 minutos para ler

Você, assim como eu, tem uma pequena bailarina em casa? Então, imagino que uma de suas preocupações, ao comprar roupas e acessórios para sua filha, seja escolher uma sapatilha de ballet infantil adequada. Afinal, é importante que o calçado seja indicado para a prática e ofereça conforto para a criança.

Sapatilhas apertadas na ponta, por exemplo, podem machucar e causar outros problemas, como o encravamento de unhas ou joanete, que é um desalinhamento entre as articulações dos dedos dos pés e os ossos. Já quando o calçado não se ajusta adequadamente, o risco maior é de queda, que pode causar lesões nos pés e tornozelos.

Assim, para garantir a segurança da criança, é importante ter cautela na escolha da sapatilha. Quer saber mais sobre isso? Confira as minhas dicas!

Existe mais de um tipo de sapatilha de ballet?

Sim! Na verdade, eu não sabia disso antes de ser uma mãe de bailarina. Somente depois que minha filha começou a dançar que descobri que existem vários modelos de sapatilhas indicadas para a prática, que variam conforme a habilidade da criança, a ocasião e o formato do pé.

Então, se você está entrando nesse universo agora, saiba que é preciso ter alguns cuidados antes de comprar os calçados. Existem algumas sapatilhas mais simples, usadas pelas crianças nos ensaios, outras mais sofisticadas, utilizadas nas apresentações.

As sapatilhas conhecidas como meia ponta são mais flexíveis e indicadas para iniciantes. Já as de ponta têm um reforço extra na palmilha, que ajuda na sustentação dos movimentos em que a bailarina fica na ponta dos pés.

Aliás, importante explicar que não existe idade certa para começar a utilizar a sapatilha de ponta. Isso Depende do desenvolvimento da criança, da sua musculatura e habilidade. No entanto, usar esse modelo é o sonho de toda pequena bailarina!

Existem ainda os modelos de sapatilha chamados de ponteira, utilizados normalmente por ginastas em apresentações de ginástica rítmica ou olímpica, e as sapatilhas pré-ponta, indicadas para as alunas que começarão a treinar a ponta, com o objetivo de fortalecer os pés.

Solado

No caso das sapatilhas de meia ponta, os modelos normalmente têm sola em couro ou camurça. Quando a sola é inteira, os movimentos da bailarina são mais estáveis. Por esse motivo, o modelo é recomendado para iniciantes, qualquer que seja a sua idade.

Existem também sapatilhas de sola dupla, cujo solado é dividido em duas partes (sendo uma na frente do pé e outra no calcanhar), de forma a deixar o arco livre. Indicada para bailarinas de nível intermediário, essa sapatilha possibilita maior flexibilidade e alongamento do peito do pé.

Material 

Além dos diversos tipos de sapatilha, também há diferenças relacionadas ao material. As sapatilhas de lona têm menor resistência e durabilidade. Porém, são as usadas mais frequentemente pelas meninas que estão iniciando na prática do ballet, durante os ensaios. Hoje já existem, inclusive, sapatilhas de lona com stretch, o que facilita a mobilidade dos pés.

Já os modelos em couro são os mais resistentes. No entanto, também são mais rígidos, o que faz com que as bailarinas precisem de mais esforço para executar os movimentos.

As sapatilhas de cetim, mais graciosas e chamativas, costumam ser utilizadas em apresentações.

Powered by Rock Convert

Como escolher uma sapatilha de ballet infantil?

Agora que você já conhece os diferentes tipos de sapatilha, deve estar se questionando qual o modelo mais indicado para a sua filha não é mesmo?

Normalmente, os instrutores de ballet costumam orientar sobre os modelos adequados para os ensaios e aulas, bem como as versões escolhidas para as apresentações. Mas, como regra geral, as crianças que estão iniciando na prática devem utilizar a sapatilha meia ponta, em lona ou couro.

No entanto, não basta saber qual o modelo mais indicado ou a cor de preferência. Para escolher o calçado adequado é fundamental observar as características do pé da criança, de forma que a sapatilha fique confortável e ajustada, sem apertar, para evitar problemas.

Largura e comprimento do pé

O tamanho adequado garante conforto e estabilidade. Para escolher, considere que o ideal é que a sapatilha fique confortável quando a criança estiver com o pé inteiro apoiado no chão.

Além disso, é importante saber que existem sapatilhas de ballet femininas e masculinas. A diferença é necessária, pois o metatarso (osso mediano do pé) masculino é mais largo. Por isso, observe esse detalhe na hora de comprar.

Formato dos dedos

No caso das sapatilhas de ponta, é necessário um cuidado extra, pois há uma divisão conforme o formato dos dedos. Isso acontece porque algumas pessoas têm o primeiro dedo maior e os outros menores, estrutura conhecida como pé egípcio. No entanto, outras têm o segundo dedo maior e os demais menores, o chamado pé grego.

Além disso, as sapatilhas de ponta devem permitir uma folga no calcanhar quando a bailarina realiza o movimento de ficar na ponta dos pés. Isso é importante para que o pé tenha espaço e os dedos não sejam comprimidos ao tocar o chão.

Numeração 

Normalmente, o tamanho ideal das sapatilhas é um ou dois números acima do que a sua filha costuma usar nos calçados convencionais. Então, tenha cuidado, pois, se você escolher o tamanho exato, a sapatilha ficará justa demais e incomodará a criança. Ao comprar em uma loja online, confira as indicações de numeração do fabricante.

Além disso, não se esqueça de acompanhar o crescimento dos pés da criança, substituindo a sapatilha sempre que necessário.

Elásticos

Para que as sapatilhas não saíam dos pés, os elásticos são essenciais. Eles podem ser duplos, cruzados ou, ainda, costurados no próprio calçado. No caso das sapatilhas de stretch, esse elemento é menos necessário.

Fitas

As fitas são obrigatórias apenas nas sapatilhas de ponta. Nos demais modelos, são opcionais, embora muitas meninas as considerem um charme extra e façam questão de seu uso.

Como comprar com segurança?

Como você notou, é preciso escolher as sapatilhas de ballet com cuidado, para evitar desconforto ou mesmo problemas no desenvolvimento dos pés. Isso vale, inclusive, para modelos que não serão usados em aulas, mas sim em festas ou ocasiões em que sua filha queira se vestir de bailarina.

Aliás, além das sapatilhas para ballet infantil, existem diversos acessórios e roupas que remetem ao mundo das bailarinas, inspirados no universo da dança, que contribuem para o desenvolvimento da criatividade e imaginação das crianças.

Ficou interessada em conhecer nossas opções de sapatilhas para ballet e outros calçados adequados para crianças? Então, continue a visita em nossa página e conheça nossos produtos!

Você também pode gostar

Deixe um comentário