Moda sustentável: como essa prática pode mudar o mundo

7 minutos para ler

Você já parou para refletir sobre o impacto que nossas ações têm em todo o mundo? A quantidade de água que usamos, o lixo que descartamos e o que compramos são apenas algumas ações que geram efeitos ao nosso redor. É pensando nisso que quero apresentar a moda sustentável e sua importância.

A questão da sustentabilidade tem ganhado força e chegou, também, à maneira como nos vestimos e como essas peças são produzidas. Essa é uma novidade que pode, inclusive, mudar o mundo. Já imaginou que o poder de transformação está em nossas mãos?

Para você entender como isso é possível, trouxe tudo sobre esse movimento da moda e como ele nos afeta. Venha comigo!

A moda, o meio ambiente e a sustentabilidade

O impacto da moda no mundo nem sempre foi positivo. Na verdade, esse era um dos setores que mais gastava recursos e gerava poluição, ao pensar em toda a economia. Afinal, a produção de peças costumava usar muita água e energia elétrica, além de criar itens que iam parar no lixo após algum tempo.

Hoje, posso dizer que a moda tem se transformado positivamente, com olhos no futuro, no meio ambiente e nos recursos naturais. É assim que nasce a moda sustentável, um conceito que se firmou ao longo dos últimos anos.

Além de mudar os processos produtivos em busca de eficiência, o setor está à procura de outros caminhos e soluções. O uso de fibras naturais e de couro sintético parecem ser opostos, não é? Mas a verdade é que ambos apresentam foco em reduzir o nosso impacto no planeta, sem deixar a beleza de lado.

E a sustentabilidade não fica limitada à natureza não, viu? A responsabilidade social também tem tudo a ver com esse movimento. É por isso que existe uma preocupação cada vez maior em combater o trabalho escravo na indústria têxtil. Com condições adequadas para os trabalhadores, temos o tripé social, econômico e ambiental.

A mudança nas preferências do consumidor

Também quero frisar que essa transformação não aconteceu do nada. O alerta dos cientistas deu uma forcinha extra, mas o que transformou tudo foi a mudança de percepção e de comportamento do consumidor. É isso mesmo: somos nós quem estamos modificando a forma de atuação do setor fashion.

Mais do que nunca, as pessoas se mostram preocupadas (e engajadas!) com o que consomem e quais são os impactos gerados. Quer ver? Uma pesquisa da Opinion Box revelou que 42% das pessoas se preocupam muito com práticas sustentáveis na hora da compra. Além disso, 49% disseram ligar ao menos um pouco. Ou seja: apenas 9% não dão bola para o assunto.

Para 65% dos entrevistados, saber que uma empresa polui o ambiente seria o suficiente para que não adquirissem mais os produtos dela. Para melhorar, 87% dos brasileiros preferem comprar de marcar sustentáveis. Incrível, não é?

E, se a palavra final é do consumidor, nosso papel de mudar a realidade tem dado certo. Segundo a consultoria Nielsen, 42% dos brasileiros têm alterado os hábitos para reduzir os consumos no meio ambiente. Como o movimento cresce em todo o mundo, o efeito será crescente.

Os 5 pilares da moda sustentável

Já falei bastante sobre sustentabilidade, impacto no meio ambiente e até condições sociais, econômicas e de trabalho. Mas, afinal, o que é a moda sustentável? Também já me fiz essa pergunta e a verdade é que ela envolve essa proposta de transformação rumo à responsabilidade e ao cuidado socioambiental.

Esse é um movimento que tem a ver com a produção eficiente, a redução dos efeitos no meio ambiente e, é claro, um consumo mais consciente. Também chamada de eco fashion, busca reduzir os impactos negativos do setor fashion.

Para orientar essa mudança tão importante, há 5 pilares essenciais. Venha que vou mostrar quais são eles!

1. Recusar

O conceito de fast fashion tem ficado para trás. Em vez de investir em grandes lojas de departamentos que incentivam o consumismo, ganha a ideia de slow fashion. Com a recusa da compra por impulso, é possível conhecer o produto, criar relações entre marca e cliente e atender a necessidades desse grupo de pessoas.

2. Reduzir

Outro pilar é a redução do consumo desnecessário. Peças que combinam com várias outras e calçados que ficam bem em diversas ocasiões são a melhor pedida para atuar de maneira consciente e responsável.

3. Reusar

A reutilização tem a ver com a economia circular, que vem para substituir o simples descarte. Em vez de jogar fora as peças da coleção passada ou o que não servem mais, há a ideia de doação ou venda em brechós para aumentar a vida útil dos itens.

4. Reciclar

Do ponto de vista das marcas, tanto as fabricantes quanto as lojas, outro pilar consiste na reciclagem de produtos. O descarte adequado dos itens defeituosos e o máximo aproveitamento de recursos diminuem o impacto da fabricação e do consumo.

5. Compostar

Já pensou em roupa virar adubo? Eu também não acreditava, mas isso é possível. Graças a tecidos biodegradáveis, fibras naturais e componentes do tipo, muitas peças podem se transformar até em matéria orgânica pela compostagem.

Linha Ecologica LudiquePowered by Rock Convert

A importância de se juntar a esse movimento

A verdade é que você pode, assim como eu, fazer parte dessa tendência de consumo. Ao procurar marcas sustentáveis e responsáveis, é possível aproveitar muitos pontos positivos. Quer descobrir quais são eles? Eu mosto!

Responsabilidade compartilhada

Somos mais de 7 bilhões de pessoas no mundo e, se cada um fizer um pouquinho, conseguimos grandes mudanças — essa é uma das ideias da moda sustentável. Ao apoiar essa iniciativa e transformar os hábitos, compartilhamos a responsabilidade de criar um lugar melhor para viver.

Em vez de fazer grandes esforços pelo planeta, você só precisa ter mais atenção com as suas compras e seus hábitos. Essa ação coletiva faz toda a diferença e permite que possamos chegar longe.

Incentivo à empresa a seguir com boas práticas

O consumo sustentável da moda também funciona como um grande incentivo para os negócios que seguem essas práticas. Quando você compra um produto eco fashion ou apoia uma empresa com esse tipo de responsabilidade, oferece um suporte importante.

É por meio do nosso suporte e de onde gastamos nosso dinheiro que podemos fazer esse movimento crescer e se consolidar. Se as mudanças de comportamento nos trouxeram até aqui, imagine o que podemos fazer ao incentivar as empresas certas.

Impacto real no futuro do planeta (e das crianças)

Sempre me preocupo muito com o futuro do meu filho e da minha filha. Quero que eles tenham qualidade de vida — e isso inclui pensar no planeta e em seus recursos. Ao recorrer à moda sustentável, causo impactos positivos e concretos no futuro do planeta. Tudo o que faço e consumo hoje tem efeitos lá na frente. Para você, vale a mesma coisa!

Ter essa preocupação é uma forma de ajudar a proteger o planeta e torná-lo mais adequado para o futuro das crianças. Afinal, a segurança e o bem-estar dos pequenos é tudo o que queremos, certo?

Para aproveitar essas e tantas outras vantagens, você pode escolher a Ludique et Badin. Além de trazer os produtos ecológicos e as marcas responsáveis e sustentáveis, a empresa tem uma política especial de descarte. Todos os materiais com defeitos são descartados sem poluição e ainda há a preocupação com toda a sustentabilidade do negócio. Que tal se juntar ao movimento slow fashion de vez?

A moda sustentável não é tendência de uma estação e veio para ficar. Com esse novo modo de produzir e de consumir, podemos ajudar o planeta e criar o espaço adequado para o futuro dos nossos filhos!

Para se manter por dentro de muitas outras dicas e novidades fashion, curta nossa página no Facebook e nos siga no Instagram!

Você também pode gostar

Deixe um comentário