Saiba como unir moda infantil e conforto

moda infantil
7 minutos para ler

Ver as crianças contentes e bem-vestidas é uma alegria! Mas eu sei que a moda infantil não pode se resumir ao que é bonito, deixando de lado o conforto e a praticidade. Os pequenos merecem e precisam de roupas, calçados e acessórios que tenham uma estética interessante e contribuam com o lado lúdico da infância.

Aliás, é nos primeiros anos que as crianças começam a descobrir o mundo por meio dos sentidos. Entre eles, um dos principais é o tato. Com o desenvolvimento desse sentido, as sensações estimulam a curiosidade e a percepção de meio interno e externo.

Por isso, ao mesmo tempo que é legal ver uma criança com uma roupa linda, o estilo em construção não pode ficar acima da preocupação com o bem-estar (principalmente quando se trata de calçados). Estou falando de colocar a qualidade acima da beleza!

Pensando nisso, existem alguns aspectos que devem ser considerados ao comprar itens de moda para a criança. Além do lado fashion, há toda uma gama de cuidados com os detalhes que representam o carinho que uma marca tem por nossos meninos e meninas. Disso eu entendo bastante.

Separei alguns segredos essenciais para que você tire o máximo proveito da moda infantil. Vou ajudar você a montar looks fofos e que as crianças vão amar!

Que tal impulsionar as habilidades da criança com a moda infantil?

Roupinhas interativas, acessórios lúdicos, detalhes que aguçam a curiosidade e peças que estimulam os sentidos são os segredos da moda infantil. Essa combinação faz sucesso tanto com os adultos quanto com as crianças.

Poucas coisas são tão lindas quanto os pequenos felizes e arrumadinhos, mas também à vontade para explorar um mundo de possibilidades. É isso que faz com que mães, pais e/ou os responsáveis precisem escolher com tanto carinho as peças que vão compor o look dos nossos meninos e meninas.

Eu adoro ver uma criança disposta a brincar e se deixar levar pelos sentidos. Existem momentos únicos nos quais a gente percebe que elas estão sentindo o cheirinho de uma roupa limpa, tocando peças macias ou mesmo explorando e aprendendo o ato de colocar e tirar os calçados com total praticidade. Isso se chama desenvolvimento, não é mesmo?

Como eu sei que você também se preocupa com o bem-estar do seu filho, vou contar quais aspectos você precisa levar em consideração ao investir em itens de moda infantil.

Fique de olho nos tipos de tecidos

Assim como você não gosta de roupas de materiais ruins e tecidos de baixa qualidade, o seu filho também não vai curtir. Aliás, roupas e calçados produzidos com materiais assim são bastante desconfortáveis e podem causar até mesmo alergias.

Para saber se uma peça de roupa ou acessório é feito com um material legal, a melhor opção é dar uma olhada na etiqueta! Já adianto que as fibras naturais são as melhores, entre elas algodão, linho e lã.

As vantagens que os bons tecidos apresentam na moda infantil são indiscutíveis. As crianças vão transpirar com mais facilidade e você não corre o risco de vestir seu pequeno com uma roupa que vai se desfazer com o uso.

Observe com carinho os detalhes

Ainda que as peças sejam de boa qualidade, elas também precisam ser adequadas às necessidades das crianças. Nisso eu sei que pensamos da mesma forma: segurança é algo que não se discute! Então, fuja das opções que podem colocar em risco os pequenos.

Na moda infantil, a comodidade precisa existir. Por tudo isso, foi implementada uma Norma de Segurança de Roupas Infantis. Você sabia? Para evitar acidentes, fique de olho em:

  • roupas com cordões fixos ou ajustáveis;
  • capuzes muito grandes ou acompanhados de cordões;
  • costuras grossas.

No mais, se você quer evitar problemas, o segredo pode estar em confiar na sua intuição. Se parece perigoso, é porque provavelmente é — aquele sexto sentido materno que só a gente entende.

Escolha a dedo as peças com estampas ou forros

A moda infantil pode ser feita de peças lindas! Melhor ainda se elas não colocarem em risco a tranquilidade das crianças. Eu falo disso porque aquele tecido com padrão divertido pode ter uma textura não muito agradável — o que se encontra em peças de marcas que não priorizam a qualidade.

Na hora de comprar, aproveite para tocar as roupas, os calçados e os acessórios. Veja se pinica, irrita a pele, impede a respiração e transpiração ou mesmo se pode ter um aspecto grosseiro, que gera atrito e acaba machucando.

Com o tempo, você passa a confiar mais e conhecer as grifes que vão ajudar a compor os looks mais legais e com enorme bem-estar. É um processo. Por isso eu digo: combinar design com alto padrão é algo para pessoas atentas.

Priorize calçados de boa qualidade

Enquanto as crianças aprendem a andar ou desenvolvem as habilidades do movimento, dar preferência aos sapatos de qualidade é praticamente um ato de amor! Melhor ainda se os itens são lindinhos e, ao mesmo tempo, foram produzidos com materiais selecionados.

Sem dúvida as nossas crianças são beneficiadas pelos calçados que absorvem o suor e deixam o pezinho respirar. Uma boa é avaliar se o modelo que chamou a sua atenção tem forro de couro natural. Afinal, os sapatinhos que deixam as meninas como princesas e os menininhos como príncipes também precisam ser leves, resistentes, duráveis e com um acabamento que não machuque os pés.

Por fim, não vamos esquecer da segurança. O solado precisa, de preferência, absorver ao máximo os impactos e deve ter um solado antiderrapante — principalmente para os nossos pequenos sapecas que adoram o agito.

Como impulsionar as habilidades dos pequenos com as roupas e acessórios?

Gosto muito de pensar que uma criança que começa a explorar o mundo merece o que há de melhor na moda infantil. Porque sei que a garotada está superdisposta a se divertir, aprender e descobrir as coisas mais lindas do mundo! Por esse motivo, desde os primeiros anos de vida, eles já devem começar a escolher o que mais combina com eles. Tudo isso é parte da construção da personalidade.

Deixar a criança livre para se vestir da maneira que ela mais se identifica é um processo de desenvolvimento no qual as cores favoritas, as estampas prediletas e os personagens mais queridos vão ser parte do estilo do enfant.

Espero que você tenha amado as dicas que separei para que você explore as possibilidades da moda infantil. Há tanta peça maravilhosa por aí. Mas, repito, não há como se esquecer de priorizar a qualidade dos calçados e roupas, de ficar de olho na escolha dos tecidos e colocar como inegociável a segurança de uma criança. Combinado?

Moda infantil é um assunto muito importante. Então compartilhe essas dicas sobre unir conforto e estilo nas suas redes sociais com outras mães e pais. Até mais!

Você também pode gostar

Deixe um comentário