Veja 6 dicas para incentivar a leitura infantil

leitura infantil
7 minutos para ler

Com a popularização do uso de tablets e smartphones, mesmo entre as crianças, é cada vez mais difícil encontrar uma delas com um livro que não seja parte do material escolar, não é mesmo? No entanto, estimular a leitura infantil é fundamental para o desenvolvimento da criatividade e também do vocabulário.

Sei que isso nem sempre é uma tarefa fácil. A rotina escolar dos filhos, a televisão e os aplicativos com jogos ou outras ferramentas direcionadas a esse público acabam roubando o tempo que deveria ser dedicado à leitura. Mesmo assim, vale muito a pena incentivar esse hábito! 

Para ajudar, vou dar algumas dicas que usei com meus filhos, transformando a leitura em uma brincadeira divertida, com a oportunidade de fortalecimento de vínculos. Acompanhe o post para conferir!

Descubra como incentivar em seus filhos o hábito da leitura

A leitura tem um papel fundamental no processo de alfabetização e aprendizagem. Entretanto, muitas vezes a criança lê apenas aquilo que é pedido em ambiente escolar, pois não desenvolveu o hábito da leitura e não descobriu a magia dos livros, materiais recheados de criatividade e imaginação.

Por isso, é importante que elas sejam apresentadas a esse universo e passem realmente a gostar dos livros. Eu sempre tive prazer em ler e em contar histórias, o que facilitou um pouco essa tarefa em minha casa. Mas, mesmo assim, precisei colocar em prática alguns truques, que vou dividir com você.

1. Conte histórias

Meus filhos sempre gostaram de ouvir histórias, tanto as inventadas na hora quanto as saídas dos livros. Quando eles eram menores, antes de aprenderem a ler, quase todos os dias tinha uma narrativa em casa. Quando eu inventava, eles sempre eram os personagens principais das aventuras.

Acredito que isso ajudou estimular a criatividade e também a curiosidade deles. Mesmo quando as histórias eram lidas, eles exercitavam a imaginação. Por exemplo, se o livro não tinha imagens e o enredo falava sobre uma princesa, eles sempre tentavam imaginar como ela era, que roupa usava ou como era o seu castelo.

Da mesma forma, costumavam imaginar os ambientes, os cheiros, as características de personalidade dos diversos personagens, entre outros. Você também pode fazer isso com seus filhos, respeitando a idade deles.

Pergunte qual o som que os animais que estão na história fazem, se eles acham que o enredo se passa de dia ou de noite, como são os amigos do personagem principal e o que mais vier à sua imaginação!

2. Seja o exemplo

Como em todas as outras coisas na vida, ser um bom exemplo gera mais resultados que falar sobre a importância da leitura e dos livros.

Assim, se os seus filhos perceberem que a leitura faz parte de seus hábitos, a tendência é de que naturalmente passem a se interessar pelos livros.

3. Escolha livros adequados à idade e interesse da criança

Quando eram pequenos, antes de serem alfabetizados, meus filhos gostavam muito de livros com texturas diferentes, cores, brilhos e outros recursos. Você já reparou a quantidade de materiais utilizados para chamar a atenção dos pequenos?

Aqui, já comprei edições com fantoches, histórias de animais editadas em livros com cauda, orelha e páginas revestidas com pelúcia, além de outros com recursos como pop-up, ou seja, uma dobradura que se abre junto à página, criando um cenário em 3D.

Tudo isso chama muito a atenção das crianças, despertando o seu interesse pelos livros. Porém, quando são um pouco maiores, em processo de alfabetização, outras propostas se tornam interessantes. É essencial que tenham identificação com a história contada. Além disso, as edições ilustradas chamam mais a atenção.

Leia junto, fazendo com que a criança participe da história. Use a entonação de voz e transforme o momento em uma brincadeira. Sempre pergunte o que seus filhos acharam, com quais personagens se identificaram mais, se entenderam o conteúdo e se imaginavam outro final, por exemplo. Isso estimula ainda mais a imaginação!

4. Estimule o contato com os livros

Várias livrarias permitem que os visitantes folheiem os livros. Essa pode ser uma oportunidade para ajudar a criança a se interessar por alguns deles. Montar uma pequena biblioteca no quarto infantil, deixando-os ao alcance da criança, também é uma boa ideia.

Além das visitas às livrarias, você pode levar seus filhos a bibliotecas públicas, presenteá-los com livros infantis e estimular a troca com outros amiguinhos. Algumas empresas também têm programas para incentivar o hábito da leitura, como o Leia para uma criança, do Banco Itaú, que vale a pena conhecer.

5. Use alguns artifícios para aumentar o interesse

Você vai ao cinema, assistir a um filme baseado em uma história originalmente publicada em uma obra escrita? Então, que tal apresentar também o livro à criança? Assim, ela já fica por dentro da história e tem mais envolvimento com o que verá na telona.

O mesmo vale para passeios ou viagens. Quem programa, por exemplo, uma viagem à Disney, pode começar muito antes a apresentar os livros e os personagens retratados nos parques, além de usar estratégias, como o uso de fantasias, para que a criança se sinta verdadeiramente dentro das histórias. Com certeza o encantamento será muito maior!

6. Compre gibis

Você sabia que os gibis são excelentes meios para ajudar na alfabetização infantil? Quando a criança está aprendendo a ler, os desenhos, as frases curtas e o tom de diálogo contribuem para a aquisição de linguagem.

Além disso, os gibis ajudam as crianças a lidar com seus próprios sentimentos, pois se sentem retratadas nas características dos personagens. Você já folheou ou leu um gibi da Turma da Mônica, por exemplo? Eles são excelentes materiais para retratar as diferenças de cada criança, discutir problemas como bullying e mostrar a importância da amizade.

Entenda a importância da leitura infantil

Ler é fundamental para a aquisição de vocabulário e para melhorar a escrita, além de desenvolver a criatividade e a imaginação. Mas não é só isso: a formação do pensamento crítico também vem da habilidade de interpretação de textos. Ou seja, quem tem o hábito de ler consegue ter melhor compreensão dos fatos que o cercam.

Por isso, estimular a leitura infantil é fundamental para o desenvolvimento. Muito mais do que saber ler, as crianças precisam compreender, desenvolver o raciocínio e ter opinião crítica sobre tudo que acontece ao seu redor. Além de tudo isso, sei, por experiência própria, que ler em família fortalece os vínculos. Que tal começar esse hábito ainda hoje?

A escola também é um ambiente que favorece a leitura. Para que a criança transporte seus livros e demais materiais com conforto, fique por dentro dos tipos de mochila mais adequadas à idade e necessidade de seus filhos!

Você também pode gostar

Deixe um comentário